Após iniciativas fiscalizadoras, animais silvestres são capturados em diferentes regiões de Minas Gerais

Campanhas tiveram como objetivo garantir o retorno dos bichos ao habitat natural
Matheus Muratori - redacao@souecologico.com
Biodiversidade
Publicado em: 31/07/2019

A Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Semad) conseguiu capturar dezenas de animais silvestres após realizar quatro iniciativas de fiscalização no estado. Eles eram mantidos em cativeiros de forma irregular. As ações visaram à redução de danos aos recursos naturais e à regularização ambiental.

Por meio do trabalho da Superintendência Regional de Meio Ambiente (Supram) Sul de Minas, com uma iniciativa em 15 e 17 de julho unto de servidores do Instituto Estadual de Florestas (IEF), 51 animais silvestres foram capturados. A lista inclui: um tucano, um canário-da-terra, uma rolinha, duas jandaias, quatro papagaios-verdadeiros, quatro jabutis, seis tigres d’água e 32 maritacas.

Animais silvestres capturados (Foto: Divulgação/IEF)
Animais silvestres capturados (Foto: Divulgação/IEF)

Diretor regional de fiscalização da Supram Sul, Elias Chagas salientou que essas ações e campanhas permitem estabelecer uma relação mais próxima entre a fiscalização ambiental e a própria população. “Além de divulgar o papel dos órgãos fiscalizadores para as pessoas, a fiscalização preventiva garante a manutenção de um meio ambiente ecologicamente equilibrado”, disse, à Agência Minas.

Depois de recolhidos, os animais passam por análise veterinária preliminar e, posteriormente, são encaminhados ao Centro de Triagem de Animais Silvestres (Cetas). Lá, eles passam por novos exames e são iniciadas as tratativas de reabilitação e reintegração dos animais ao seu habitat natural, dentro das possibilidades de cada espécie.

Outras iniciativas

Na Regional Leste de Minas, em junho, foram feitas blitz educativas. A ação orientou os condutores que trafegam nos arredores da Área de Proteção Ambiental (APA) Alto do Mucuri sobre caça e cativeiro irregular de animais silvestres, além da legislação que regulamenta esse tipo de fauna. Já um workshop de recursos hídricos e entrega voluntária de animais silvestres foram implementados na Regional Noroeste do estado, nos municípios de Unaí e Buritis.

Por fim, durante a sétima Semana do Meio Ambiente do Monumento Natural Estadual Gruta Rei do Mato, em Sete Lagoas, a Supram Central Metropolitana (CM) implementou discutiu com diversas pessoas sobre esses problemas ambientais. Além disso, quatro animais silvestres foram entregues voluntariamente.


Postar comentário