Museu da Natureza é aberto no sul do Piauí

Complexo foi construído em região com maior concentração de sítios arqueológicos do país

Da Redação – redacao@revistaecologico.com.br
Cultura
Publicado em: 19/12/2018

Listado pela Unesco como Patrimônio Mundial, o Parque Nacional da Serra da Capivara recebe a partir desta quarta-feira (19/12) os visitantes do Museu da Natureza. Com uma coleção de fósseis formada por espécies descobertas na região e animais que hoje só existem na Floresta Amazônica, o empreendimento reúne conteúdo histórico para recontar a criação do universo, destacando o período de surgimento de nossa espécie e os impactos que ela causa ao meio ambiente.

Ao conferir de perto todos os objetos expostos, com recursos de animação, fotografias, perspectivas digitais e tecnologias interativas, os visitantes têm a oportunidade de aprender mais sobre a história do planeta e, ao mesmo tempo, da natureza presente no sertão nordestino. Segundo o curador Marcello Dantas, a proposta é trazer uma visão de mundo inspiradora. “Um lugar que revela um Brasil que todos nós desconhecemos, um Brasil que estava aqui antes mesmo dos índios surgirem, índios que viveram antes dos portugueses chegarem. É um lugar que faz refletir sobre o tempo em que estamos.”

Planejada para operar com uma estrutura elétrica e hidráulica sustentável, a edificação lembra um caracol. “É uma forma que representa início e evolução”, explica Elizabete Buco, arquiteta responsável pelo projeto. Nas salas distribuídas em espiral, estão cronologicamente organizados exemplares materiais e virtuais. São preguiças gigantes, ursos, dinossauros e outros tantos animais recriados para dar a noção de como era a vida em seu início na Terra.

Recurso público

A construção e implantação do Museu da Natureza, no município de Coronel Dias (PI), contou com recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). Foi aprovada, segundo a entidade, a concessão de R$ 13,7 milhões à Fundação Museu do Homem Americano, que administra o espaço. Conforme o banco, o montante correspondeu a 68% do valor previsto para a viabilização do projeto.

Além do espaço reservado às exposições, o museu conta com restaurante, auditório, lojas, área reservada ao acervo, instalações administrativas e sanitários. O edifício foi construído próximo ao Centro de Visitantes do parque e de uma fábrica de cerâmica artesanal.

Para visitar o museu e o parque, a recomendação para quem vem de fora do estado é fazer parte do trajeto de avião e outra de carro. A localidade fica a 530 km de Teresina, capital do Piauí, e a 300 km de Petrolina, uma das principais cidades do Pernambuco. Ambas dispõem de aeroporto, e esses dois núcleos urbanos constituem a principal via de acesso à região.

O Parque Nacional da Serra da Capivara tem inúmeras atrações naturais. Situado no sul do Piauí, ele ocupa áreas dos municípios de São Raimundo Nonato (maior centro urbano da região), João Costa, Brejo do Piauí e Coronel José Dias. Seus maiores atrativos são sítios arqueológicos, com pinturas rupestres pré-históricas.

Um dos locais mais visitados no parque é o Boqueirão da Pedra Furada, monumento pré-histórico onde grupos humanos registraram sua cultura durante 29 mil anos em pinturas nas paredes das rochas. Esse sítio arqueológico é considerado o mais antigo das Américas.

Serviço:

O museu é aberto à visitação das 13h às 19h, de quarta a segunda-feira.

A entrada (inteira) custa R$ 30.

Fotos: Paulo Barros/pi.gov.br


Postar comentário