Semana da Criança tem visita noturna ao Aquário do Rio São Francisco

Da Redação / Ecológico - redacao@souecologico.com
Biodiversidade
Publicado em: 09/10/2019

Para marcar as comemorações da Semana da Criança, a Fundação de Parques Municipais e Zobotânica (FPMZB) realizará mais uma edição do Projeto “Uma Noite no Aquário”. A visita será nesta quarta-feira, dia 9, das 18h às 21h. Desta vez, o tema da atividade será “A Ciência e os Peixes”.

A ação, que consiste em uma visita noturna aos 22 tanques que compõem o aquário temático da Bacia do Rio São Francisco, representa uma oportunidade de ver o local com um olhar diferente e, acima de tudo, conhecer as espécies de peixes que possuem hábitos noturnos. Entre eles, o destaque é o surubim, um dos maiores peixes de água doce do Brasil. Os visitantes poderão conhecer algumas espécies nativas de peixes do rio São Francisco, especialmente aquelas que possuem hábitos noturnos.

De acordo com a gerente de Educação Ambiental da Fundação, Nadja Simbera, essa será mais uma oportunidade de os visitantes e especialmente as crianças, conhecerem as diversas espécies que vivem no Aquário e ter informações importantes sobre a conservação dessas espécies.

“As atividades são destinadas para pessoas de todas as idades e permitem observar vários peixes de hábitos noturnos. Além disso, existem diversas atividades para os participantes conhecerem os projetos de conservação de peixes da Bacia do Rio São Francisco de forma bastante descontraída. As pessoas também têm a oportunidade de conhecer o funcionamento dos diversos tanques do local”, explica.

Foto: Daniel Alves
Foto: Daniel Alves

O Aquário, localizado no Zoológico de BH, é o maior entre os temáticos do Brasil e destaca várias riquezas culturais do rio São Francisco. Entre as 60 espécies de peixes, pode-se encontrar dourados, curimatãs, matrinxãs, piaus, pacamãs, cascudos, lambaris, mandis, piranhas, pacus, curimbas, piabas, surubins e pirambebas. Além das nativas, o visitante também poderá conhecer espécies exóticas como a carpa, a tilápia, o pacu-caranha e o tamboatá.

Quem vai participar da visita noturna terá acesso exclusivo pela avenida Antônio Francisco Lisboa, 450, Pampulha e também deverá ser apresentado o cartão de vacinação comprovando imunização contra febre amarela (vacina tomada há pelo menos 10 dias), junto com documento oginal de identificação pessoal de todos os visitantes. Não há limite de vagas e não há necessidade de agendamento prévio.

Mais informações para a imprensa pelo telefone 3246-5137 (Fundação de Parques Municipais e Zoobotânica).


Postar comentário